terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Desenvolvendo capacidade de argumentação

Algo que andei desenvolvendo desde que me tornei vegetariana: capacidade de argumentação.
Um lado bom disso é que sim, eu tenho bons argumentos para me tornado vegetariana, o lado ruim é que esta capacidade foi criada basicamente a força devido aos constantes questionamentos e perguntas amigáveis do porquê essa mudança.
Ontem conversando, novamente me foi perguntando o porquê da minha mudança.
Argumentos não faltam, desde o lado tratamento aos animais e degradação ambiental que o consumo de carne causa, e estou absolutamente segura de que atualmente o consumo de carne é algo totalmente por convenção do que por necessidade (não estou falando do tempo das cavernas).
Razões:
A alimentação vegetariana nos fornece todo o aporte de proteínas.
A ingestão de leite e seus derivados é extremamente maléfica para o corpo humano devido ao alto teor de hormônios de crescimento (muitos estudos dizem que é um grande precursor de células cancerosas), e seu cálcio não é tão bem absorvido pelo corpo humano devido ao alto teor de potássio que o leite tem, portanto há outros alimentos que podem tranquilamente substituir este alimento sem os malefícios deste.
Alimentação com carne traz mais malefícios do que benefícios, excesso de gordura saturada, difícil digestão já que o nosso intestino ao contrario dos carnívoros é longo ocorrendo assim à decomposição da proteína animal dentro do intestino pelo longo período que ela fica dentro do nosso corpo. E claro ao desgaste do corpo pelo trabalho de digestão (alto consumo de ácido do estomago)
 A produção de carne, ovos e laticínios é algo extremamente estúpido quando se fala em tratamento dos animais, os quais tem a mesma capacidade de sentir que nós.
A produção de carne é extremamente danosa para o meio ambiente, levando em consideração a quantidade de água gasta para a produção de carne (15.000 litros por quilo), e a quantidade de grãos que é produzido para alimentar animais (80% da produção mundial).

Assim sendo o consumo de produtos animais é algo extremamente desnecessário e seu consumo não é nada mais que capricho humano.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Café com leite de coco, provado e aprovado

Hoje provei um novo sabor!
Café com leite de coco vaporizado na minha cafeteira, antes de fazer o teste fiquei com medo, já que o leite de coco é muito gorduroso e dependendo de como é manuseado sinto gosto de sabão, enfim, hoje pesquisei sobre a união destas bebidas e decidi fazer o teste!
Usei aqueles leites de coco para fins culinários e para ele é necessário dar uma dissolvida (uma parte de leite de coco para 2 partes de água), tem gente que coloca baunilha para saborizar mas pra mim o leite de coco já é bem saboroso!
Enfim após a dissolução botei minha cafeteira para funcionar novamente!
E...
E aqui está, sem lactose, sem crueldade e uma delícia!


Voila!
Delicioso!!
Ao fim da produção
Adicionando o chorinho do leite de coco
Pronto para ser consumido!

sábado, 14 de dezembro de 2013

Desespero na festa infantil

Semana passada fui a um aniversário infantil, e a situação foi a seguinte, não havia NADA que não tivesse algo de origem animal, tirando claro algumas bebidas, minha saída foi comer algumas bolinhas de queijo (triste) e bolo, não sou de ferro e sou nível formiga, assim que não aguentei e até repeti o bolo de morango e comi um brigadeiro e um beijinho.
E incrível como essas festas são movidas a produtos provenientes de origem animal, acabei de chegar à conclusão que festa infantil é pior que churrasco, já que churrasco você pode levar sua salada, tem pão, pode ter arroz e festa infantil geralmente se levar algo pra comer pode se tornar algo até desrespeitoso com o aniversariante.

E hoje fui a um churrasco, sim tinha salada, um arroz (com ovo não sei por que, se era pra dar uma sustância, talvez a proteína da carne não fosse suficiente), enfim, havia também bolinha de batata frita (não sei o nome) e frutas de sobremesa! 

Incrivelmente churrasco está ganhando de 10 a 0 contra a festa infantil!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Alternativa para utilizar os resíduos dos "leites vegetais"

Quando a gente faz "leite de vegetais" sobram resíduos e sempre se fala que da pra fazer bolos, pães e afins, só que como eu não estava a fim de fazer nada do tipo, decidi fazer uma coisa diferente, botei meu lado artesã para funcionar.

Eu anteriormente havia me aventurado a fazer uns sabonetes artesanais e tinha ainda um quilo de base vegetal para sabonete e também tinha resíduo de avelã e não fazia ideia do que fazer para comê-lo.

Decidi então misturar os dois, e foi uma das melhores decisões, já que esta base estava guardada porque não sabia como utilizar, anteriormente havia misturado com óleos vegetais para fazer um sabonete hidratante, porém ela não se comportou muito bem com os óleos e ficou um tanto quanto mole e com pouca durabilidade, mas com o resido da avelã ficou perfeita, e com um toque de sabonete esfoliante e é ótimo porque não têm conservantes!

Aqui mando a receita do que fiz, para dar uma ajuda caso você caro leitor (a) quiser fazer:
- Resíduo de uma xícara de avelã (antes do processamento, depois não calculei)
- 1 Kg de base vegetal
- Se quiser colocar algum aroma pode colocar.

Em uma panela de cerâmica, ou uma tigela grande de vidro, derreta a base em banho Maria tendo cuidado para não ferver, acrescente o resíduo de avelã e misture bem, se quiser fazer isso em outra bacia para facilitar o manejo pode fazer, porém é necessário deixar a avelã já pronta na bacia porque a base se solidifica rápido então o processo não pode demorar muito.

Coloque em uma forma protegida por um plástico (pode ser PVC, Filme Stretch, celofane), só não faça como eu que coloquei em uma forma redonda e cortei como pizza!!!

Se fizer muito, os que ainda não tiver em uso, guarde na geladeira, apesar de sabonete ter grande durabilidade, não possui conservantes e contem material de alto valor biológico, então, é melhor ter um cuidado maior!


 

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

"Leites" vegetais vaporizados em cafeteira

Eu sou amante de café e antes de abolir o leite de vaca minha vida, a minha segunda bebida predileta era café com leite, e claro que não ia aposentar meu vaporizador de leite, não é?
Decidi fazer uns experimentos na minha cafeteira que tem aqueles dispositivos para vaporizar leite.
Estes experimentos foram feitos com leite de vegetais, eu só chamo leite por convenção, o que é um erro, leite é um alimento que as mães fornecem para seus filhos, bom, estes que eu faço foram fornecidos pela mãe natureza, para me alimentar, mas não para me amamentar... Enfim... Sigamos... Foco...

Queria ver se este sistema de vaporização do leite funcionava com estes sucos vegetais (melhor chamo de leite mesmo) para que eles fiquem cremosos, e dar aquela cara deliciosa ao café!
Uns foram ótimos outros nem tanto, segue minha experiência:
Os "leites" que eu utilizei foram o de amêndoas, avelã, arroz e aveia, eles são feitos por eu mesma em casa, e as receitas foram baseadas neste site, entre outros.

Bom iniciando minha experiência usei o leite de amêndoas, a cafeteira funcionou certinho, e o leite com café ficou com aquele paladar de fundo da amêndoa, delicioso!
Bom não preciso falar que fiz também uma misturinha fantástica que por aí chamam de cappuccino, aquela que vai, café, leite (amêndoas), chocolate, canela, nossa, ficou dos Deuses :P.
E aqui está, sem lactose, sem crueldade e uma delícia!

Leite de amêndoa
Leite de amêndoa

Outro leite que também se deu muito bem na cafeteira foi o de avelã, ele é um pouco mais gorduroso que o anterior, e da uma espuma mais cremosa, mas eu particularmente amo o paladar do leite de amêndoas, que é mais suave em comparação com o de avelã que tem um paladar mais marcante.

Leite de avelã

Depois a bela aqui foi tentar colocar o leite de arroz no vaporizador, imaginei que não ia dar certo e não deu mesmo, acredito que pelo amido que o arroz tem, este tenha se solidificado dentro do sistema de vaporizador quase o tampando.
Nem precisa falar que deixei de lado o leite de aveia né?

Mas com certeza os 'leites' de amêndoas e avelãs estão aprovadissimos!

Viva o café com leite (vegetal)! 

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Josimar Melo e sua experiência vegana...

Josimar Melo
Indignação com o supernutrido Josimar Melo, critico gastronômico e adorador de carnes que ficou uma semana sem carne ovos, leite e seus derivados.
Em vários artigos chamou a dieta vegana de baixa em nutrientes e chamou os veganos de desnutridos e com olheiras.

A seguir, citarei alguns trechos:

No seu blog constava, "Raros grãos fornecem sozinhos as proteínas animais de que necessitamos. Para fabricar essas proteínas, temos que ingerir vários ingredientes (cereais, castanhas, leguminosas) numa só refeição.".
Primeiro lugar, proteína sendo vegetal ou animal ela e tem a mesma estrutura, alias o senhor se equivocou, acredito que estava tentando falar de aminoácidos... Ah, ok, aí sim conversemos, precisamos fazer uma combinação de grãos e leguminosas para ter um aporte mais completo de aminoácidos para formar as proteínas, mas até aí qual o problema de fazer um prato de arroz com feijão, difícil né?
Alias, qualquer dieta mal formulada causa carências e problemas, não só a vegana.

Outro que li e achei meio fora de lógica:
"Já a opção vegana implica uma permanente busca por sobreviver com outras estratégias alimentares, que não a natural. O prazer da mesa é trocado pela lógica da receita médica, necessária para evitar a subnutrição.".
Pois bem a minha visão é "A opção onívora implica uma permanente busca por sobreviver com outras estratégias alimentares, que não a natural. O prazer da mesa é trocado pela inércia cultural antropocêntrica, necessária para funcionalizar animais, tornando-os meros objetos. Como também a necessária busca por medicamentos e tratamentos para tentar reverter os abusos que esta dieta proporciona.".

Outro biologicamente ilógico:
"Nem quero pensar no dia em que os humanos pararem de comer outras espécies: estas vão se multiplicar e em pouco tempo atacarão nossas plantações-e os humanos que cuidam delas. Será o fim do equilíbrio regulatório natural. Melhor respeitar nosso lugar nesse ciclo- e de quebra, satisfazendo o paladar com sabores atávicos que a história nos incutiu.".
Você realmente acredita que todo animal para abate que o Brasil produz é engendrado através de sexo entre os animais? Estudar um pouco do processo de produção da carne é bom também.

Poderia usar muitos outros trechos de seus últimos artigos, porém não quero alongar mais o assunto.
Enfim pessoas que supostamente são formadoras de opinião deveriam ter um pouco mais de estudo, domínio sobre o assunto que escreve e respeito com a diversidade de pensamentos.
Resumindo, se enxerga você acha que é figura de pessoa saudável, as fotos (tirando as photoshopadas de Merchant) não demonstram uma pessoa digamos assim... Vital...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Mídia e leite

Definitivamente é fácil entender o porquê as pessoas ficam tããão preocupadas quando eu falo que não bebo leite, a mídia leva em consideração que o melhor alimento que nos dá o cálcio e o leite de vaca.
Às vezes consigo ver o programa da "Globo", "Bem Estar" que fala sobre saúde e tal, ultimamente eles estão acompanhando um garoto que tem alergia ao leite, e dando a maior força para o que garoto possa tomar leite, bom não só isso inclui brigadeiro, doces, só coisa "boa"!
Ué o Bem Estar não é um programa que preza pela saúde da população? Ou é um programa sobre culinária gorda? 
Segue o vídeo!
Não que as crianças não possam comer quitutes, mas o enfoque que se dá ao assunto está totalmente equivocado.
Fora que outro assunto é o quão longe a mídia está de certas pesquisas sobre o mau que o Leite faz, o ser humano é o único ser que não desmama, e ainda bebe leite de outro animal, o qual este leite está bombardeado de hormônio de crescimento para um bebe que nasce em média com 35 kg.
"Tudo o que você sabe sobre leite de vaca e laticínios é, provavelmente, parte de condicionamentos culturais e MITO da indústria leiteira". Atualmente o leite de vaca é um fluido insalubre de animais, na maioria das vezes, doentes que contém uma gama ampla de substâncias perigosas e causadoras de alergias, intoxicações e doenças, com efeito prejudicial e cumulativo sobre todos os humanos que o consomem.
O leite de vaca contém 59 hormônios ativos, vários alérgicos, gordura saturada e colesterol. A maior parte do leite de vaca contém quantidades mensuráveis de herbicidas, pesticidas, dioxinas (até 2.200 vezes o nível aceitável), até 52 antibióticos, sangue, pus, fezes, bactérias e vírus. O leite da vaca pode conter ainda resíduos de tudo o que a vaca come, inclusive coisas como radiativos de testes nucleares. E, muita adrenalina e dor, pois a vaca escuta o seu bezerro chorar 24 horas/dia, já que o leite que seria do bezerro é praticamente todo direcionado para o consumo humano "(trecho tirado do site Doce Limão)". 
Enfim a mídia está paga pelas grandes empresas, e distorcem as informações dadas à população.
Pra quem quiser saber mais, segue endereço de uma palestra chamada Galactolatria, mau deleite, que mostra a pesquisa que a doutora Sônia T. Felipe fez sobre o leite, e cheguem a suas conclusões... 




quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Brasil se gaba erroneamente do ser um grande exportador de carne!!!

Ao ler este site:

Atentei pelo dado: "Para produzir 1 quilo de carne de boi são necessários 15 mil litros de água" (um ano de banho, algo que já sabia). E esse dado não é só desta página focada aos vegetarianos vide o link que eu coloquei no final deste parágrafo.
Se realmente fosse contabilizado todo o gasto para se produzir 1 quilo de carne, o preço da carne seria astronômico e seguramente a exportação de carne seria um fiasco devido ao seu alto custo, o Brasil esta em quatro lugar do mundo no que se diz exportação de água virtual, e muito disso vem da produção de carne (Brasil é um dos maiores exportadores, acredito que foi passado pela Índia que começou a produzir para exportar também). 
Isso desconsiderando todo o tratamento que são submetidos esses animais, nenhum ser vivo merece ter uma vida de confinamento sofrida, independente de ser humano ou não todos nos somos obra do mesmo criador seja ele qual seja!! http://www.rc.unesp.br/biosferas/0067.php

Dai você entra na página do ministério da agricultura onde no setor de exportação se gaba do Brasil liderar o ranking exportador de carne, com o dado "até 2020, a expectativa é que a produção nacional de carnes suprirá 44,5% do mercado mundial" NEGOCIÃO HEIM!! - Péssimo!

Bom parei de revolta #fui!!! 


Coloquei o print, caso atualizem a página

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Quando....

Quando eu digo que assisti aos documentários "Terráqueos", "A carne é fraca" e "Huerfanos de la leche" me dizem:
Eu não gosto de assistir essas coisas me dá dó.
Digo:
- Eu também, porém quero saber a verdade e não quero contribuir para isso...

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Sonhei comendo peixe!


Ontem conversando com um amigo que irá se casar contei pra ele que havia parado de comer carne e diminuí drasticamente a ingestão de derivados de leite e integralmente a ingestão de leite.
Ele me faz a pergunta de praxe:
- E peixe?
Respondi que sim havia parado também, e após me perguntar sobre queijo e alguns derivados eu falei pra ele que realmente em casa minha ingestão e super pouca, porém, fora de casa eu acho meio difícil ainda negar tudo que seja de queijo, ainda não tenho todo esse poder :(
Acredito que por esta conversa, de ontem pra hoje sonhei comendo peixe, no meu sonho nem vi que o que era enquanto estava comendo, apesar de claramente ser um filé frito, não notava até comer quase a metade de um, quando me tocava, já era tarde, e ficava super chateada.
No fim oferecia o resto para a mãe de uma colega que nem sei o porquê estava no sonho!

Abstinência?? 
Não, obrigada estou muito bem!

sábado, 21 de setembro de 2013

Comparação dos meus hemogramas antes e depois de me tornar vegetariana







Após uns 6 meses de me tornar vegetariana
Quem foi que disse que quem se tornar vegetariano ficaria fraco?
Esta semana fiz uma batelada de exames, entre eles de sangue, e tive uma ótima noticia, meu colesterol e triglicerídeos estão mais baixos que sempre e eu não estou anêmica, algo que era uma constante na minha vida, claro estou me cuidando variando muito leguminosas e comendo muito grão de bico que tem biodisponibilidade boa de ferro, e junto estou tomando suco feito de poupas de frutas ricas em vitamina C, acerola, caju, etc!!
Segue a prova do que estou falando, lembrando que parei com a carne no começo deste ano!


Após uns 6 meses de me tornar vegetariana
Exame realizado em 2010
Exame realizado em 2010
Exame realizado em 2008
Exame realizado em 2008






















Ou seja de acordo com os exames apresentados(ainda bem que havia guardado) mostra-se que o nível de triglicerídeos e colesterol(ruim) baixou muito, inclusive em 2010 estavam altos!!
E o colesterol bom se manteve em um nível elevado!

So happy :)
PS: É um saco tentar deixar as imagens alinhadas aqui!

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Vegetarianismo e veganismo

São mais diferentes do que se pensa.

Vegetariano: Não se ALIMENTA com nenhum de tipo de produto animal, e há diferentes níveis:
Ovolactovegetarianismo: Composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.
Lactovegetarianismo: Composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne. Essa é a dieta tradicional da população indiana
Ovovegetarianismo: Composta apenas por alimentos de origem vegetal e ovos, havendo a exclusão dos produtos lácteos e seus derivados e de carne.
Vegetarianismo semiestrito: Exclui quase todos os alimentos de origem animal, menos o mel.
Vegetarianismo estrito ou vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. excluindo carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.
Informação acima tive ajuda da Wikipédia.

"Veganismo significa os princípios pelos quais o Ser Humano viva sem explorar os animais. É a prática e busca ao fim do uso de animais pelo homem para alimentação, apropriação, trabalho, caça, vivisseção, confinamento e todos os outros usos que envolvam exploração da vida animal pelo homem. O vegano procura abolir qualquer prática que explore animais, zelando pela preservação da liberdade e integridade animal, no exercício da não violência, a busca por alternativas aos mais diversos produtos, o não consumismo, entre outras práticas. Veganos boicotam qualquer produto de origem animal (alimentar ou não), além de produtos que tenham sido testados em animais ou que incluam qualquer forma possível de exploração animal nos seus ingredientes ou processos de manufatura. Ou seja, não utilizam produtos de beleza, de higiene pessoal, de limpeza, remédios, etc. que não estejam isentos de crueldade.
Preferem usar os termos "animais não humanos" ou "seres sencientes", em vez de "irracionais".
É muito importante diferenciar a ideologia vegana da dieta vegetariana. Veganismo não é dieta. É um conjunto de práticas focadas nos Direitos Animais que, por consequência, adota uma alimentação estritamente vegetariana. Entende-se que os animais têm o direito de não serem usados como propriedade, e que o veganismo é a base ética para levar a sério esse direito, pelo mínimo de respeito a eles."Idem, copiada da Wikipédia

Atualmente além de não me alimentar de carnes, não tomar leite e evitar ao máximo seus derivados e diminuí muito meu consumo de ovos, ando olhando muito as composições do que compro, roupa e claro maquiagem.
Há marcas queimadíssimas no mercado como a Mary Kay e Avon, e outras que já são melhores vistas como a Natura, e busco constantemente informação sobre as empresas, acredito que o mercado esta bem melhor para os veganos, no supermercado outro dia vi um sorvete de uma marca de produtos alimentícios veganos a Tofutti, é o olho da cara, mas algum dia irei criar coragem e gastar uns reaizinhos nele!

Eu particularmente acho chato ficar martelando para os não vegetarianos ou veganos o que acontece com os animais, e afins, eu acredito que o convencimento é mais fácil pelo caminho suave até porque quando a gente fica martelando insistentemente um assunto na cabeça de alguém estas pessoas começam a ficar com raiva do assunto.

Porém tenho fé que o mundo caminha para melhor, até porque o consumo de produtos provindos de animais são super insustentáveis.
Começando pelo fato de utilizar mais de 15.000 litros de água para produzir um quilo de carne é absurdo, e o Brasil é um dos maiores exportadores de carne do mundo e com certeza não adiciona o valor deste tanto de água que é gasta por que se não seria inviável o a venda de carne pelo seu alto custo.
A criação de animais para diferentes fins é altíssimo e desnecessário mesmo que seja para testes, porque não utilizam pessoas para testar substancias? Afinal Indústria do câncer já faz isso há muito tempo.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Resfriado vegetariano

Todo ano tenho um acesso de resfriado com ronquidão e muita tosse, este ano não foi diferente, faz uns três dias estou com a garganta ruim e hoje de manhã acordei com a garganta seca e ardendo muito, levantei tomei água pra dar aquela hidratada e expectorei um pouco, porém uma coisa que me deixou feliz é que quantidade de secreção que tenho no peito é pouquíssima quase nada, acredito que muito se deve a pouca ou quase nenhuma quantidade de leite e derivados que estou tomando, (é sabido que eles aumentam a quantidade de muco), estou com tosse, mas somente um pouco, e pouquíssima ronquidão algo que sempre me incomodou muito, já que eu faço canto, então passava épocas sem cantar direito e hoje eu pude estudar meu canto sem problemas com uma ou outra tosse mais sem maiores dificuldades!
Beijos veg-cantados pra vcs!

Alias falando em leite, ontem assisti um documentário que se chama "órfãos do leite", de uma ONG vegana chilena que se infiltrou em indústrias de leite, como li em algum comentário, temos uma grande dívida com estes animais.
O documentário está em espanhol, mas não é necessário saber espanhol para ver o sofrimento destes animais!
Sinto culpa por ter tomando leite tanto tempo...


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Lisina da depressão

É só falar que não como carne que eles me perguntam:
-Mas e aí, e a proteína?
Pois é, eles não sabem que alimentos vegetais também têm proteína e não só a carne...!
- Ah mais a proteína vegetal não e tão completa quanto à proteína animal...
Claro que é siiimm, afinal proteínas são formadas por aminoácidos, e aminoácidos são os mesmos nas proteínas animais e vegetais, lisina é lisina tanto seja provinda de animal ou vegetal, metionina é metionina, etc...
Expliqueichom...
Para produzir uma proteína são necessários 20 aminoácidos, e o corpo é capaz de construir muitos destes aminoácidos a través de outros, porém existem aminoácidos que são os chamados essenciais que não são produzidos pelo corpo humano E DEVEM ser ingeridos como, por exemplo, treonina, leucina, metionina, valina, fenilalanina, isoleucina, triptofano, e lisina.
Como consegui-los? Combinando LEGUMINOSAS E CEREAIS!!!!
Problema?
A utilização dos aminoácidos de modo geral, é limitada pela quantidade ingerida de aminoácidos essenciais, ou seja, se a alimentação contém somente um pouco de leucina, por exemplo, os demais aminoácidos serão utilizados somente na proporção de leucina disponível e o restante será transformado em outras substâncias não proteicas como gordura e açúcar (maravilha né).
Para a correta utilização de todos é necessário então fazer combinações corretas, por exemplo, arroz e feijão.
Arroz contém poucas quantidades de alguns aminoácidos que são encontrados em boas quantidades no feijão, e no feijão há pouca quantidade dos aminoácidos que estão em maior quantidade no arroz...  (difícil essa combinação no Brasil né)... Então esta união é perfeita!
Acabei de ler um artigo sobre proteína na alimentação vegana, achei muito interessante neste Guia da proteína


Beijos protéicos para vcs!

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Bolinho super proteico da reutilização de uma sopa super proteica :P

Gente esta semana fui um desastre, queimei lentilha, quebrei um pé da minha mesa, foi o ó, enfim largando de reclamações acertei em algo.
Fiz um bolinho que ficou animal!
Começou assim, fui fazer uma sopa de soja com arroz e quinoa que basicamente era cozinhar a soja (em grãos), bater com o mix, e colocar um arroz com quinoa que tinha sobrado do almoço e temperos a gosto, pois bem, na hora de fazer a sopa acho que terminei colocando muita soja no caldo e terminou ficando muito grosso, e na hora que coloquei o arroz com a quinoa desandou de vez, a bicha ficou grossa!!!
Então eu coloquei um pouco mais de água e sal e terminou ficando muito mais salgada do que eu queria, tentando acertar o sal joguei um monte de cheiro verde para ver se quebrava o sabor do sal, resultando em uma sopa que ficou cheia de cheiro verde e grossa mesmo assim, sendo que meu esposo coou um pouco da sopa pra tirar o excesso de cheiro verde já que ele não curte muito, enfim ficou mais da metade da sopa extra grossa na panela esperando ser jogada no lixo, tarefa que eu ia fazer chorando no dia seguinte (odeio jogar comida fora).
Mas na hora de jogar fora veio uma ideia, como estava uma maçaroca mesmo decidi fazer o seguinte, colocar um pouco de farinha para dar um ponto mais seco, e botar pra fritar na frigideira com pouco óleo, só para não grudar, claro na hora de fritar não ficou muito fácil não por conta da consistência não muito densa dos ingredientes, mas o resultado final foi muito bom!!!!
Meu esposo adorou!!
Então aí vai a ideia, caso sobre aquela sopinha que ninguém quer comer, tire o caldo coloque farinha faça bolinho!!
:)





domingo, 11 de agosto de 2013

Transgênicos seu nojentos (não é conversa veg)

Um fato que me revoltou há uns meses foi quando ao tentar comprar Maisena (amido de milho) não havia alguma que não fosse transgênica, isso me encheu de um "odiozinho" por dentro, não só pelo fato de ser transgênica, mas não havia outra opção, que não fosse transgênica, ou seja, se quisesse comprar amido de milho, não haveria opção!
DEIXARAM-NOS SEM OPÇÃO!!!
E algo super sério é quando privam a população de optar!
Mas hoje li uma noticia que em parte me deixou triste e feliz, um estudo, o qual foi o mais longo realizado com produtos transgênicos e que realmente indicava um índice maior de câncer e mortes aos ratos que foram alimentados, com milho transgênico e seus aliados como o agrotóxico o Roundup.
Agora algo que eu sempre pensava comigo mesmo, como um organismo que aguenta um agrotóxico fodido que mata tudo menos ele (a planta transgênica) pode ser algo bom para o ser humano, e o pior, os estudos realizados anteriormente, foram por períodos super reduzidos, (em media seis meses) e com compostos dos agrotóxicos isolados não com o agrotóxico como um todo, e claro esses estudos não estão abertos à população! 
Mais ainda, este estudo feito por estes pesquisadores que diagnosticou este problema dos alimentos trans, precisaram ser realizados na surdina para evitar represália dos grandes, por que será??
Com o tempo tudo aparece!
E isso que escutei de parentes para eu largar de ser neurótica por não comprar Maisena, vai vendo!!
:)

Bezo



quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Fazendo o esposo parar de beber leite :)

Já vi que não sou boa para escrever blogs, mas hoje vou desencalhar isso daqui.
Como havia dito havia parado de tomar leite e agora estou cortando seus derivados (iogurte, queijos) dentro de casa, fora de casa (quando saímos com amigos) ainda é difícil. Sei que a lactose não faz nenhum bem a nós, e os hormônios contidos então são um alimento para células ruim (cancerígenas), e o melhor, fiz meu esposo parar de beber leite, foi mais fácil do que pensava.
Mostrei um documentário que fala da Monsanto, e do seu hormônio de crescimento bovino o qual aumenta em até 6 kg a produção de leite ao dia da vaquinha, e estas, coitadas, em muitas vezes contraem mastite, uma inflamação nas glândulas mamárias o que gera não só pus no leite, mas muita dor ao animal, e para tratar este problema é necessário muito antibiótico e por aí vai!
Também claro gera muitos outros problemas, dizem que há deficiência de cálcio no leite, e nos ossos dos animais, ou seja, zero qualidade de vida para os animais e da qualidade do produto, o qual é referência de alimento rico em cálcio, como se não houvesse estudos que a quantidade de proteínas do leite prejudica a absorção de estes, já que a proteína animal (carne, galinha, peixe e ovos) provoca a excreção de cálcio pela urina, toma essa!
Para não falar que fui parcial, os vegetais com alto teor de oxalato, como espinafre, ruibarbo, reduzem a absorção de cálcio. Mas ninguém bebe copos de suco de esses vegetais, ou seja, não faz parte de rotina. Grão de bico e feijões contêm fitatos que também interferem com a absorção de cálcio, mas se a gente deixar essas leguminosas de molho de 8 a 10 horas diminui a quantidade de esses fitatos:)

Quer cálcio? Beba suco de açaí e o cálcio não sairá no xixi!

"Os cálcios":
Amêndoas 1/3 de xícara 50mg
Melado escuro 1 colher de sopa 137 mg
Quinoa (cereal andino)1 xícara 50 mg
Alga wakame, seca 1/4 de xícara 104 mg
Açaí 76mg em 100 gr de poupa
Leite 231 mg em 200 ml de leite

Ainda assim meu esposo não larga os queijos, bom eu quando saio também não nego queijo, mas em casa meu consumo é quase nulo, sim eu sei que para a sua produção, são necessários rios de leite, mas já chego lá!!


#Fui!!!

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Farofa com banha de porco!

Meu até quando vão entender que vegetariano não come não só a carne, mas também nem produtos provenientes de animais!
Todos meus familiares sabem que me tornei vegetariana, mas claro perguntas como:
- Até feijão gordo (aquele com pedaços de porco) você não esta comendo??? - Chegaram aos meus ouvidos.
Ontem estava falando com uma tia via Skype (que está uma bosta por sinal), e no meio da conversa ela me disse:
- Fia fiz uma farofa que ficou uma delicia!!
Eu respondi:
- A é que delicia!!
Ela completou:
- Sim fritei a cebola bem fritinha na banha de porco, quando você vier eu faço pra você!
Eu fiz uma cara de Barbie na caixa e claro se ela vier com a ideia de novo serei obrigada a dizer:
- Não tia obrigada, e sem maiores explicações (que às vezes piora o diálogo).
Enfim, vejo que o tempo de adaptação dos achegados é mais longo que eu pensava, até pela falta de informação que a população tem sobre o vegetarianismo.
Conversando com minhas vizinhas quando eu falei que não comia carne elas me perguntaram:
- Nem peixe? Nem Frango!
Quase respondi:
- Peixe e frango dão em arvore??? Hahaha

Enfim dá-lhe explicação de novo!!

terça-feira, 11 de junho de 2013

Quando os amigos começam a se desculpar por te convidar a comer rodízios e afins

Outro dia uma amiga se desculpou de me chamar para ir comer num lugar que tem uma famosa coxinha, me perguntou se eu não ficaria chateada de fossemos a um lugar como este.
Não vou dizer que desde que parei de comer carne não fiquei com vontade de coxinha, aliás, foi o único prato que ainda me da uma vontadinha (até por isso acho que ela se desculpou), bom cachorro quente também, mas para isso tenho opções de salsichas veganas, apesar de não achar fácil encontrei um site que vende, e o outro dia havia no supermercado aqui perto de casa.
 Já fui para rodízios, e na maioria paguei mais barato, só não paguei mais barato em um que fui numa cidade do Interior, São José do Rio Preto, mas aqui em São Paulo, até plaquinha de vegetariano colocam do meu lado ^^ Lindo, e claro tem descontos também!
 Enfim o ideal é deixar claro que para gente, bom para mim, não é um sacrifício não comer carne, alias me dá ate certa repulsa ver o povo comer aquele tecido duro, que parece um pedaço de madeira.
No início estava me alimentando com leite e ovos, porém nem leite está descendo mais, eu tomava com café, agora meu café é puro, e as vitaminas que costumava fazer com leite agora uso suco de laranja, fica muito mais leve e refrescante, gostoso demais!!!

Ovos... Ovos ainda fazem parte da minha vida!

domingo, 2 de junho de 2013

Diferentes pensamentos...

Está rodando na internet um vídeo de um garotinho muito fofo explicando o porquê não quer comer carne, esse garotinho é sem duvida especial.

A maneira que ele argumenta é incrível!


Imagina quando ele souber o que fazem com os animais, galinhas com bicos cortados para não ciscar e a vivissecção de animais vivos como o vídeo que estou colocando em seguida.


Para que tudo isso? Para estudar mais? 
É tanta alteração que estes animais são submetidos que não sei se podem chama-los de gado com tantas mudanças que esses animais sofrem.

Que valores sobre a vida esses alunos estão aprendendo?

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Patê de Tofu com Azeitona

Procurando algo gostozinho que comer enquanto eu comprava no mercado vi um patê do tofú orgânico, mas tava muito caro, assim que eu decidi fazer o meu em casa, não foi orgânico, mas o tofú que comprei não era feito com soja transgênica.
Comprei tofu extrasoft (por que os outros não gosto), azeitonas descaroçadas já que estava sem saco de descaroçar azeitonas, em casa eu tenho um pezinho de salsinha e manjericão que são as únicas ervas que vingam no meu apartamento, misturei azeitona com tofú uns raminhos de salsinha e um raminho de manjericão e azeite e bati com mixer.

Passando a receita, tudo é mais o menos viu:
200 gramos de tofu
150 de azeitonas                                                                                   
Manjericão fresco
Salsinha fresca
Eu botaria se tivesse cebolinha, só não gosto de misturar muitas ervas por que vira aquela briga de aromas.
Mas vai a gosto do freguês!
Triturar com o mixer ou liquidificador!

Não é que fica delícia?



Bezo!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Primeira receita - Fazendo bolo de laranja vegano

Bom eu sempre pensei que o que o que dava "liga" (quando digo liga, seria o necessário par ao bolo não desmanchar ao tirar da forma) ao bolo eram os ovos, geralmente quando vejo receitas veganas sempre via algum substituto para o ovo ou leite e nesta receita não havia, os únicos líquidos no bolo é o suco de laranja e o óleo, só!!
Enfim vou postar aqui a receita, eu a tirei de um grupo do Facebook, segue a foto original mesmo:



Agora como ficou, levando em consideração que a massa inicial isso é antes de ser assada somente encheu 3/4 da forma:



Depois de pronto ele cresceu bem, mas quando dou aquela apertadinha com o dedo não fica aquelas coisas, não parece que tem aquela "fofura".
Podem observar também com meu corte super preciso, hahaha o bolo ficou meio massudinho, mas eu acho que ele poderia ter ficado um tempo maior no forno, porque no momento de cortar ele dava uma amassada como se não houvesse sustentação na massa, porém o gosto ficou bem legal, tentarei fazer outra vez, e a próxima vez deixarei um tempo mais assando vai que a massa consegue se sustentar mais.
Ponto positivo também é que ele não murchou no momento que em que o tirei do forno, ele se manteve, e é um bolo feliz!! ^^


terça-feira, 23 de abril de 2013

Alimentação - Como começou

Eu estava sentindo falta de algum blog ou algo assim que falasse sobre como que as pessoas que se tornam vegetarianas ou veganas, se sentiam após a mudança, pele, digestão, disposição, conversa com os parentes, e afins.
Após buscar e não achar, decidi fazer o meu.

Bom vou começar falando do porquê da minha decisão.
Não vai ser minha primeira vez que parei com o consumo de carne, quando eu tinha 13 anos parei de comer carnes por uns dois ou três anos, porém como era a única na minha família, e não havia reposição nem alimentação dedicada a mim, tive que parar.
Agora tenho 31 anos e faz mais o menos um ano, eu comecei a ficar meio "chata" para aceitar certas comidas, geralmente carne e gorduras me caiam como uma bomba, em uma oportunidade depois de ir a uma porcada com minha família cheguem em casa vomitando e obrando.
Perguntava-me:
- Que saco, que está acontecendo comigo?
E demorei até 26 de março para ir ao gastro, que terminou sendo um aval para que me tornasse definitivamente vegetariana (ovo lacto - vegetariana) por que ainda não parei com ovos e leite.
Claro que antes de ir a esta consulta, meu consumo de carne estava super baixo acredito que em questão de um mês havia ingerido uma vez carne vermelha e estava me alimentando somente de peixe e ave às vezes, até já havia pagado mais barato em rodízio porque não comi carne (paguei versão light), não tinha mais aquela vontade de comer carne vermelha.
Porém algo me afligia ao pensar em parar de comer carne vermelha, tenho tendência à anemia, e acreditava que o ferro bio disponível (capaz de ser assimilado pelo corpo) estava somente contido nela, então tinha um pouco de receio, porém após passar no gastro (ele é vegetariano:)) me deu opções de alimentos com ferro bio disponível, assim que agora é quase uma regra ter um destes alimentos no almoço (chicória, couve, escarola), outro item que me preocupa é a vitamina B12, que está contida somente em produtos animais, apesar de ser produzido por bactérias, está na carne por que os alimentos dados aos animais são enriquecidos com esta vitamina, e pelo que li nós não temos contato com estas bactérias e consequentemente com esta vitamina por "esterilizar" tudo o que comemos. Porém isso ainda irei pesquisar de como repor.
Basicamente parei porque estava sentindo que a carne e gordura animal não estavam me fazendo bem - não que concorde da criação em larga escala dos animais com galinhas com bicos mutilados, abate cruel, mas acreditava que sim era um mal necessário, mas ao descobrir que não, e que sim podemos ter outras opções que não contribua com esta crueldade, posso colocar minha vontade do meu coração de me tornar vegetariana.


:)

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Introdução

Meunimalismo??
Meunimalismo é o minimalismo aplicado ao eu, Priscila, dona de este blog.
Este blog eu comecei a escrever quando me tornei vegetariana e parei com as carnes, depois com o leite, ainda faltam os ovos...
Só que com o tempo comecei a fazer meus cremes, larguei o shampoo, então notei que estava adotando um lado minimalista na minha vida.

Minimalismo tem várias vertentes, na arquitetura, é o estilo que adota o clean, com poucas coisas, geralmente é TUDO BRANCO ou CINZA hahaha essa foi piadinha, enfim, algo que para muitos não seria minimalista, porque afinal, bem poderia se gastar rios de fortunas comprando um sofá branco feito com matérias primas vindas dos mais diversos países, e botar enfrente de uma parede branca ou cinza ao lado de um vaso de porcelana branco que está encima de um aparador (claro da cor branca), também com material de ultima tecnologia, ou seja minimalismo no visual!
Ou também no sentido social, religioso, filosófico é aquele que "desapega" de muitas coisas, deixa de comprar excessivamente, opta por viver com pouco, bom no mundo há muita gente forçada a viver minimalisticamente não é? Mas, não estou aqui para discutir essas coisas!
Enfim minimalista não tem uma definição exata, o que é adotar minimalismo pra mim pode ser diferente do que pra você.

Um beijo (só 1 porque 2 já não seria minimalista)